LETRAMENTO E MÚSICA: CONTRAPONTO EM HARMONIA

Música e letramento: parceiros na formação integral do ser humano

A música pode contribuir de modo positivo para o letramento de crianças e jovens. O aspecto mais visível é o contato com as palavras, em sua natureza dupla, composta de som (significante) e sentido (significado). Esse contato aguça a curiosidade por descobrir seus significados e aumenta, por um lado, o vocabulário, a capacidade de compreender e interpretar textos, assim como de expressar-se por meio da língua. Por outro, o trabalho lúdico, artístico, envolvendo a sonoridade, por meio de rimas, aliterações, assonâncias, entre outras figuras de linguagem, promove a brincadeira com as palavras, essencial para desenvolver o gosto pela escrita.

“O trabalho de educação musical estimula a escuta, a sensibilidade e a concentração, colaborando no sentido de ampliar a capacidade de significar. O contato com as canções, as cantigas e as brincadeiras cantadas favorece o letramento de um modo mais direto, que também pode ocorrer por outras vias, como nos jogos de inventar canções, geradores dos mais diversos processos relacionados às palavras e seus significados. A construção de significados, essenciais à construção do conhecimento, só pode ocorrer em ambientes cercados, também, pela intenção de significar. Nesse sentido, música e letramento podem criar alianças que produzem conhecimentos, crescimento, reflexão e compreensão”, analisa Teca Alencar de Brito, professora do curso de Licenciatura em Música da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FE/USP). Ela é autora de livros sobre o assunto, como Música na educação infantil: propostas para a formação integral da criança (2003) e De roda em roda: brincando e cantando o Brasil (2013).

Leia a interessante reportagem em http://www.plataformadoletramento.org.br/em-revista-reportagem-detalhe/859/letramento-e-musica-contraponto-em-harmonia.html?pagina=2

Comentários

Arquivo de Notícias
Categorias
Aplicativos